repete roupa!: semana 2 - 1 saia maxi estampada, (quase) 7 jeitos de usar

segunda-feira

semana 2 - 1 saia maxi estampada, (quase) 7 jeitos de usar


essa semana foi interessante e um aprendizado (a vida é um aprendizado, né, gente, mas quero dizer que foi um aprendizado quanto a usar a mesma roupa todo dia).

primeiro, como eu já mencionei, voltei a trabalhar. fiquei morrendo de medo de todo mundo notar a mesma saia todo dia, até porque não é exatamente uma saia discreta. mas se alguém notou, ninguém falou nada (já falei aqui que ninguém repara na roupa dos outros, ou pelo menos não repara o suficiente pra lembrar). a única colega que fez um comentário disse "mel... esse vestido que você tá usando... por acaso era uma saia ontem?" e eu disse sim e ela achou o máximo. ou seja, ponto pra mim e pra roupa repetida.

segundo, como eu também já mencionei, a saia não é discreta. achei que ia ser bem difícil fazer ela parecer uma coisa diferente cada dia, mas é aquilo que todo mundo das muódas diz né: é só trocar os acessórios e o resto das peças que uma peça de roupa pode ser sempre única. o pequeno problema é que não dá pra acessorizar muito com essa saia porque qualquer acessório some - a saia já é um mega acessório. e além disso eu não tenho muitas bolsas e meu número de sapatos é bem limitado também, mas vamo que vamo que deu tudo certo





  • segunda, dia 9 de janeiro


comecei simples, né. regata branca, rasteirinha discreta, bolsa preta. anéis que são meus companheiros leais, mas nenhum outro acessório - inclusive acho que a semana inteira evitei acessórios, porque todos eles me davam a impressão de estar brigando com a saia.

a regata branca é da renner (acho)
a bolsa é marcus&rudy comprada em brechó
a sandália é da sessão infantil da c&a


  • terça, dia 10 de janeiro


puxei a saia pra cima pra dar uma variada no comprimento, e ornei com essa camisa gap vintage saída direto do guarda-roupa dos anos 90 da mamãe. não costumo ligar pra marca, mas nesse caso a marca indica a importância da blusa, já que era um símbolo da moda dia-a-dia da década de 90. vintage + vintage = WIN TOTAL. amarrei a blusa na cintura pra dar aquela feminilidade ishperta da cinturinha marcada e meti uma plataforma pesadona nos pés pra quebrar o romântico da saia rodada com cintura definida.

 a camisa é gap vintage da minha mãe
a sandália é da renner


  • quarta, dia 11 de janeiro


decidi usar pela primeira vez na vida essa saia como vestido. na cintura coloquei um cinto do namorado, que é preto e grosso e comprido demais pra mim - o nó mais a masculinidade do cinto ajudam a quebrar a feminilidade do vestido tomara que caia florido. o tênis tem o mesmo intuito. a bolsa, gente, é a coisa mais maravilhosa que eu recebi por correio na vida. comprei no etsy no fim do ano passado e ela chegou essa semana e desde então não tirei ela do ombro - preparem-se pois essa alpaca simpática estará presente em muitas fotos e em muitos posts por vir. ela é incrível porque: 1. bolsa saco é a melhor invenção do ser humano, muita praticidade; 2. ela tem uma ALPACA como estampa, e isso já é o suficiente pra qualquer coisa ser incrível; 3. a cor neutra permite que ela seja usada com absolutamente qualquer coisa. como planejei esses visus quando ainda estava de férias, esqueci que nem tudo é apropriado pra ir trabalhar, então na hora de ir pra labuta meti o coletão oversize cinza companheiro de aventuras pra cobrir os ombros e me senti incrível. esse colete é outra peça que vai aparecer muito por aqui, já disse que ele deixa qualquer roupa mais interessante.

o cinto é do namorado (o cinto da foto é do meu pai, mas na quarta usei do namorado)
o colete é da sessão masculina da renner
a bolsa é dessa loja no etsy


  • quinta, dia 12 de janeiro



na quinta repeti a ideia do tomara que caia mas quis recriar um vestido com mix de estampas, então transformei esse lenço amarelo numa parte de cima de vestido. também não era super apropiado pra trabalhar, então coloquei uma camisa jeans por cima, que não está nas fotos por motivos de: esse dia, gente, foi uma aventura. foi um dia de decisões espontâneas que me fizeram ir do trabalho pro sindicato de professores em mogi das cruzes e de mogi para bertioga porque eu me recusei a chegar até mogi mas não dar um pulinho na praia. então aconteceu que fomos pra bertioga, eu e minha mãe, completamente de supetão e eu cheguei lá e queria entrar no mar e não estava nem usando sutiã pra poder ir de sutiã e calcinha. entrei numa lojinha e disse "moça, preciso da roupa de banho mais barata que você tiver" ao que ela me ofereceu esse magnífico maiô:



sim, isso significa que eu comprei algo fora da minha lista pré-aprovada. mas o maiô custava 25 reais, gente, e me pareceu um gasto justo pra garantir minha entrada no mar. foi uma compra não prevista porém não me arrependo. entrei no mar e vesti a tal da camisa jeans quando saí porque era a única peça que eu tinha comigo que não me deu dó de molhar com água do mar, então no dia que tirei as fotos ela tava no cesto de roupa suja. mas depois que me sequei não apenas vesti a saia de novo como usei o lenço como uma maravilhosa ~echarpe de praia~ (expressão que eu mesma acabei de inventar). conclusão: na quinta gastei dinheiro que não devia mas fui feliz, que é o que realmente importa. e pra provar que eu realmente uso as roupas que posto aqui, essa sou eu na serra a caminho de bertioga e pós banho de mar com minha echarpe amarela:



o lenço usado como blusa é da rodoviária tietê
o maiô é de lojinha em bertioga


  • sexta, dia 13 de janeiro



bom, algo que aconteceu que eu também não tinha previsto foi: na quinta-feira, depois do dia na praia, cheguei em casa as 23h e o elástico da saia estava completamente laceado. quédizê, como eu ia usar na sexta? não ia, né. como instuído nas regras (que eu mesma inventei pro meu próprio conforto), se alguma peça estraga durante a semana, eu posso usar outra roupa desde que repita alguma das peças já usadas durante a semana. então fiz o que qualquer menina faria e optei pelo uniforme moderno: calça jeans e a regata que usei na segunda. ainda vai haver uma semana só com essa calça, acredito, mas agora queria pontuar que esse jeans boyfriend foi a primeira roupa de cintura baixa que eu comprei desde os meus 18 anos, acho, e embora ela seja extremamente confortável eu ainda não sei como me sinto em relação a abaixar o cós desse jeito. depois de ver essas fotos ainda não cheguei a uma decisão, mas pelo conforto posso dizer que essa calça é: 10. a roupa que eu teria usado se a saia não tivesse laceado é essa com uma leve pegada navy (listras, gente, são a estampa neutra que todas nós temos que ter em casa: vai com absolutamente tudo e ainda dá um pequeno toque francês). não usei o visu, mas fica o registro.

 a calça boyfriend é da  renner
o brinco é da riachuelo (acho)
a camiseta listrada é da c&a


  • sábado, dia 14 de janeiro


na sexta depois do trabalho, peguei a saia, levei pra casa dos meus pais onde me sentei à maquinha de costura pra repor o elástico e poder continuar esse projeto insano. a vantagem de estar fazendo isso é que eu me forcei a consertar a saia imediatamente, afinal tinha que usá-la de novo. normalmente, vou separando as roupas que precisam de ajustes por meses e meses a fio. dessa vez, assim que surgiu o problema tive que lidar com ele, foi ótimo. portanto, no sábado a saia já estava pronta pra outra - e meu maiô novo também! aproveitei o calor e a compra não permitida que fiz alguns dias antes e montei meu ~look piscina~ (que também pode ser look praia, mas eu preciso admitir que tenho roupas específicas de praia porque não gosto de expôr minhas roupitchas ao sal, areia e maresia). reparem como as florzinhas do maiô ~ornam~ com as florzonas da saia: uma dupla meant to be.

o óculos de sol é da minha mãe

  • domingo, dia 15 de janeiro


uma variante urbana do visu de sábado: ao invés de maiô um body pra eu poder fazer minhas tarefas básicas de cidade grande, mas chinelo no pé e zero acessórios, porque a ideia era "lay back" e ficar confortável o suficiente pra um domingo (O QUEEE "look do dia" com chinelo??? ai gente me dscpm mas eu moro no brasil e tá calor bagarai, todo mundo usa chinelo e quem diz que não usa tá mentindo)

(fun fact: alguns anos atrás saí com um rapaz que afirmou categoricamente que achava ridículo quem usava chinelo fora de casa. pensei "pfff" mas curiosamente continuei tentando ter algo com ele por algum tempo mesmo sabendo que jamais funcionaríamos porque eu jamais deixaria de usar chinelo e ele jamais deixaria de me achar ridícula por isso)

o body é da c&a (acho)
os chinelos são havaianas

6 comentários:

Mariana disse...

Mel,

Adorei a produção desta semana. A saia é linda e o post é muito inspirador. Parabéns pelas dicas valiosas, principalmente para alguém que, como eu, tenho preguiça de pensar na produção.
O gatinho é de verdade?
Um beijo!

Márcia disse...


Mel,

Semana passada fiz uma maratona de leitura no seu blog que acabei de descobrir e amei. Seu blog me inspirou muito.Não vejo a hora dos próximos posts.
Um beijo/Ju

Camila Pestana disse...

Hey moça,
Tenho lido seu blog desde a primeira postagens. Agradeço muito por compartilhar dicas tão preciosas, como a análise de pontos, como repetir roupas e parecer tudo diferente em folha. (ia falar novo em folha, mas é melhor do que isso).
Seu blog atende públicos com diferentes níveis de grana e de tempo disponível pra trabalhar na imagem, adorei! Parabéns!

Beatriz disse...

Melzinha, que saia maravilhosa! *.*
Amei as produções e também estou super inspirada! Já estou olhando meu guarda-roupas de uma forma diferente e estou disposta a desengavetar várias peças que eu não tinha mais coragem de usar (por motivos diversos). Também já fiz uma pequena limpa, desapegando de algumas coisas que adoro, mas não uso há anos. Que maravilha, né?!
Go on, girl. Tô adorando tudo!
Beijocas.

Beatriz disse...

Ah, esqueci de dizer... Esse maiô é simplesmente o máximo, a sua cara!

Tuany Reis disse...

Amei o maio ...nossa touro atrás de modelo assim mais esta dificil