repete roupa!: semana 33 - uma saia midi étnica em 4 visus (e um visu improvisado por motivos de desastre)

segunda-feira, 21 de agosto de 2017

semana 33 - uma saia midi étnica em 4 visus (e um visu improvisado por motivos de desastre)

na semana 33 eu ainda tava nessa vibe de tentar usar todas as roupas que recuperei da minha mala de desapegos, e escolhi essa saia meio hiponga que tinha sido da minha vó. ela é de algodão puro e a etiqueta diz que ela veio da indonésia - do tipo que era feito na indonésia mesmo, com matéria-prima de lá e referências de cultura e moda e estampa de lá, não do tipo que é feito na indonésia porque alguma grande empresa precisa de 100 mil saias iguais pra espalhar pelas fast fashions desse meu mundão.


eu usei muito essa saia no início dos meus 20 anos (saudosa juventude, né, gemt) e meio que tinha enjoado dela - até postar no instagram e chover menina achando a saia maravilhosa. nada como o olhar do outro pra fazer a gente apurar nosso próprio olhar, né?

a verdade é que faz alguns anos eu não curto mais essa vibe hippie-étnica-boho, e por isso a saia caiu em desuso, mas nessa semana me esforcei pra conseguir usá-la sem parecer que eu tava me fantasiando de sienna miller quando ela ainda era casada com o jude law e rainha da moda boho. acho que até tava conseguindo (o que não significa que eu tava realmente GOSTANDO dos visus), mas na quinta ocorreu uma pequena tragédia que deixou a saia inutilizada.


mas sem spoilers, vamos aos visus (e à tragédia)

  • segunda, 14 de agosto

gente, às vezes eu penso que estamos em agosto e entro em choque???? outro dia uma amiga quis marcar um almoço no começo de setembro e meu reflexo imediato foi dizer "mas você tá louca??? faltam MESES pra setembro, como você quer que eu saiba o que vou fazer tão perto do fim do ano?" mas antes de eu mandar tal resposta alarmante me toquei de que, sim, estamos em agosto. não sei pra vocês, mas agosto pra mim é quando o ano começa a acabar (ignorando que ainda terei duas rodadas de provas trimestrais e encerramento de trimestre pra lidar antes do ano realmente acabar - e aí o ano acaba, depois entra outro ano e começa tudo de novo, então tá sendo cada vez mais difícil pra mim entender qual é a grande vantagem do ano acabar)


ENFIM, divaguei de leve. na segunda tava:::::: calor!!!!! e sol!!!! então acordei bela e fresca e decidi combinar a saia da vovó com uma camiseta branca do papai e achei que sairia pelas ruas básica e elegante. mas não demorou muito pro frio dar um oizinho então completei o visu com a jaqueta jeans - que não conseguiu me proteger da friaca que chegou depois.

  • terça, 15 de agosto

na terça eu já tava ishpertinha e não me deixei levar pela enganação das manhãs - até porque a manhã não me enganou, o dia já começou frio à beça. caprichei nas camadas e fui viver a vida. tudo deu certo, sem grandes comoções, e a vida seguiu seu curso naturalmente.


  • quarta, 16 de agosto

minha primeira tentativa de encurtar a saia e amei o resultado - já tava planejando muitos visus pro verão com a saia mais curta, com a saia sendo usada como vestido (já me imaginei num show ao ar livre no verão paulista, com essa saia sendo usada como vestido e vários colares coloridos ao redor do meu pescoço. sucesso na certa), mas eu não podia prever a catástrofe que iria me acometer na quinta-feira. nesse visu também tirei minha meia arrastão dos confins obscuros onde ela estava guardada - a última vez que vesti essa meia eu tinha 15 anos - e decidi tentar botar ela pra jogo. sobreposição de meias-calça: um truque que eu usava muito na adolescência (e aparentemente vou voltar a usar)


  • quinta, 17 de agosto

preciso admitir que a culpa foi toda minha: ALOKA quis usar saia por cima de calça pra se achar a leandra medine, mas é claro que a leandra medine não tem que sentar no chão com seus aluninhos de 3 anos pra depois levantar e pisar na saia e estragar tudo. por um lado tudo bem, porque o visu tava hor-ro-ro-so, mas por outro, eu não precisava ter destruído minha saia, né. fiquei chateada porque era da minha vó, tinha história, tava comigo há 15 anos, eu tinha acabado de trazer ela de volta pro meu armário..... mas por outro lado, só passear rapidamente por esse blog pra ver que eu tenho muito mais o que a quantidade suficiente de saias, né. 


é uma loucura esse rolê de por um lado querer valorizar ao máximo as coisas que já tenho, que eu já comprei, que eu já trouxe pra casa ao invés de querer comprar coisas novas. por outro lado, ao mesmo tempo em que exercito meus cuidados, tô exercendo o desapego material: preciso entender que se uma coisa quebra, ou uma roupa rasga, não preciso me deixar afetar por isso - é só uma coisa. e no caso da saia, uma coisa da qual eu tenho várias. mas são dois lados da mesma moeda que acabam me confundindo. eu devo ou não me importar com bens materiais? acho que cuidar do que temos é sempre importante - mas só funciona se junto com o cuidado passamos a comprar e consumir com mais equilíbrio e pensando nas nossas necessidades. e se, mesmo com cuidado, algo quebra ou é inutilizado, é importante entender que aquilo não é essencial o suficiente pra ter influência em como nos sentimos, né? e outra: acho essencial entender o papel daquela coisa que estragou na nossa vida - preciso mesmo de outro? posso viver sem? a mel de alguns anos atrás teria saído correndo pra comprar uma saia pra repor a que rasgou; já a mel de hoje olha pro armário e entende que essa saia não fará falta.


  • sexta, 18 de agosto

segundo as regras, se minha peça da semana estraga ou suja irremediavelmente, posso trocar desde que seja por alguma roupa que eu usei durante a semana. escolhi a jaqueta jeans da segunda-feira, a blusa vermelha da terça, e complementei com o vestido que repeti na semana 13. por cima da meia-calça usei meias amarelinhas aparecendo um pouquinho pra fora das botas só pra quebrar um pouco esse combinandinho de vermelhos - mas aí no dia das fotos esqueci de por a meia. 


tcharam!



a semana 33 foi uma semana que deu meio errado, mas na semana 34 tô botando fé: o público clamou (na verdade foi só uma menina que me mandou mensagem) e eu atendi: tô repetindo meu moletom do totoro! dá pra acompanhar os visus diariamente no stories do meu instagram, ou ver tudinho aqui na segunda que vem!

also, queria dizer que tenho falhado um pouco em escrever toda semana (não os posts de visu, mas meus posts de textão) por motivos vários: voltei a trabalhar e tô meio inundada de coisas pra corrigir e preencher; tô faz bastante tempo sem internet em casa; e principalmente: não sei mais sobre o que escrever. já escrevi sobre dinheiro e como economizá-lo, sobre armário cápsula, sobre minimalismo (mais de uma vez), sobre envelhecer, sobre música, sobre consumir na era da internet e controlar impulsos consumistas, sobre auto-estima e beleza, sobre o papel político da moda e do comprar..... tô meio sem ideias, gente. algum assunto que vocês gostariam que fosse conversado aqui? algum assunto que vocês gostariam que eu repetisse ou aprofundasse? me ajudemmmmmm porfa porfa porfa!


3 comentários:

Roberta Basto disse...

Hei, amei seu blog, foi uma inspiração pra mim. Mas posso te dar uma dica? Não joga fora a saia não! Seria um desperdício!! Faz uma bolsa com ela. É bom que você vai conseguir reaproveitar e reciclar e ficar perto do tecido de outra maneira.

Beatriz disse...

NÃO ACREDITO QUE VOCÊ ASSASSINOU ESSA SAIA. :'(

Beatriz disse...

Ok, passado o susto: amei o visu de terça e já disse que amo as botas vinho?